Ar-condicionado

Com modelos variados, potências e recursos extras, o ar-condicionado é um conforto que você e sua família merecem. Descubra o que considerar na hora de escolher o modelo de condicionador de ar ideal para sua família.

Parede, Split ou Portátil? Tipos de ar condicionado

Ao escolher seu próximo ar-condicionado, lembre-se de que cada tipo combina com um estilo de casa, instalação, assim como gera um determinado nível de refrigeração.

Os modelos mais comuns, os de janela, são práticos de se instalar e tem funções básicas de operação e manutenção da qualidade do ar. Além disso, têm preços mais acessíveis e resistentes. Contudo, produzem um nível maior de ruído.

Já o ar-condicionado split, que nos últimos anos têm feito grande sucesso, é mais complexo de se instalar. Contudo, têm baixíssimo nível de ruído e algumas tecnologias mais avançadas, principalmente na filtragem do ar. Alguns modelos têm até mesmo filtros antibactericidas. Outro grande diferencial é uma potência maior, com versões de até 30.000 BTUs.

A grande vantagem do ar-condicionado portátil é que ele pode ser deslocado por toda a casa e não necessita de instalação, bastando apenas posicionar a mangueira de escoamento na janela. Além disso, esses modelos são uma saída inteligente em prédios nos quais você não tem permissão do condomínio para furar a parede. Mas, em compensação é o que apresenta o maior nível de ruído.

A importância do ciclo quente ou inverter

Os modelos mais atuais com o ciclo quente, são chamados de ar-condicionado split inverter. Este tipo de recurso transforma o aparelho em um aquecedor nas estações mais frias. Se você mora em regiões de clima ameno é mais do que indicado.

Itens que não podem faltar em um aparelho de ar-condicionado

Para que você consiga manter uma boa ambientação em seu quarto ou sala, alguns itens são fundamentais. Verifique, por exemplo, se os direcionadores de ar permitam que você distribua o ar frio por todo o ambiente.

Além disso, o controle de velocidades e o termostato (eletrônico ou não) também são importantes para que você possa regular a temperatura em diferentes horas do dia, regulando-a para que fique sempre agradável e não uma ¿geladeira¿. E, claro, quem disse que essa regulagem precisa incluir acrobacias para você alcançar o painel do seu ar-condicionado? Controles remotos cada vez mais completos dão conta de todas as funções e regulagens.

Acessórios e itens extras

Os modelos atuais contam com diversos recursos extras. Um dos mais práticos é o timer para você programar a hora em que seu ar-condicionado vai desligar. Uma excelente maneira de você economizar energia elétrica.

Funções especiais também são capazes de ir regulando a temperatura ao longo do seu ciclo de sono (Função dormir) ou até mesmo retirar do ar ácaros e bactérias, funcionando como um tratamento preventivo contra alergias. Junto a essa função, os modelos mais modernos têm indicadores que manutenção que avisam a você a hora de limpar o filtro.

Entenda as BTUs

A potência dos aparelhos de ar-condicionado é em BTUs (British Thermal Unit) e indicam a quantidade de calor empregada para baixar em um grau uma libra de água. Na prática, você deve escolher um aparelho de ar-condicionado com a quantidade de BTUs compatível com a área do ambiente. Uma tabela que pode ajudar:

Área

Sol de manhã

Sol a tarde ou o dia todo

6 m2

7.500 BTU's

7.500 BTU's

9 m2

7.500 BTU's

7.500 BTU's

12 m2

7.500 BTU's

10.000 BTU's

15 m2

10.000 BTU's

10.000 BTU's

20 m2

12.000 BTU's

12.000 BTU's

25 m2

12.000 BTU's

15.000 BTU's

30 m2

15.000 BTU's

18.000 BTU's

40 m2

18.000 BTU's

21.000 BTU's

50 m2

21.000 BTU's

30.000 BTU's

60 m2

21.000 BTU's

30.000 BTU's

70 m2

30.000 BTU's

30.000 BTU's